Gerenciar uma empresa requer habilidade e conhecimentos sobre diferentes áreas da gestão. Mesmo que a estrutura do negócio permita que haja pessoas responsáveis pelos departamentos é preciso compreender o funcionamento da organização como um todo.

Quanto melhor o gestor conhecer os processos, mais assertivas serão suas decisões. Portanto é importante conhecer os aspectos mais relevantes de cada área do negócio como financeira, produção, atendimento ao cliente, compras, vendas e estoque.

Este último item pode até não parecer tão importante quanto os demais, porém uma gestão adequada do estoque pode ser fundamental para que uma empresa tenha segurança financeira e de produção.

Para entendermos melhor sobre a importância do estoque para as empresas, elaboramos este artigo, acompanhe e descubra mais sobre o tema.

O QUE É GIRO DE ESTOQUE

É um indicador que pode demonstrar se a gestão de estoque está sendo feita de maneira adequada. O giro de estoque está diretamente ligado às vendas, portanto o ideal é que, quanto mais vendas de fios e cabos elétricos aconteçam, maior seja o giro de estoque.

Isso porque cada item que é vendido pela empresa deve ser reposto de forma que se mantenha a estabilidade. É importante ressaltar que o objetivo da gestão de estoque, em linhas gerais, é manter o equilíbrio, nem estoque em excesso nem faltando

O cálculo deste indicador permite descobrir o tempo que se leva para repor o estoque, quantos dias um produto tende a permanecer parado, dentre outros dados que podem colaborar para que se encontre soluções de otimização dos prazos.

COMO CALCULAR

Para calcular o giro de estoque é preciso conhecer seu estoque médio e o número total de vendas, vamos supor que você tenha uma empresa que vende quadro de distribuição para instalações elétricas.

Seu estoque médio é de 1500 itens e o total de vendas anual é de 6000 itens, o cálculo a ser feito é dividir a venda total pelo estoque médio, 6000 / 1500 = 4, portanto o giro de estoque é 4.

Em outras palavras, é como afirmar que o estoque foi renovado completamente 4 vezes no ano, como se o estoque tivesse sido zerado por 4 vezes ao longo do período de um ano.

Claro que o estoque não fica zerado de fato, pelo menos não deveria, os itens são repostos conforme a necessidade da operação da empresa.

IMPORTÂNCIA DO INDICADOR

Idealmente um item deve permanecer o menor tempo possível em estoque, pois seja matéria prima ou produto final parados em estoque é igual dinheiro parado em estoque. Com isso conclui-se que produtos com alto giro de estoque são muito positivos para a empresa.

Se você atua com projeto de instalações elétricas por exemplo e percebe que há itens com valores de giro de estoque muito diferentes deve-se analisar melhor o fluxo e entender que o produto com índice mais baixo tem uma menor saída, portanto não precisa ser comprado com a mesma frequência dos demais

Dentro da gestão de um negócio são vários indicadores para serem avaliados constantemente e é importante ressaltar que não se pode ter conclusões a partir de um valor isolado, precisa-se analisar um conjunto de fatores.

O giro de estoque ajuda a perceber se a empresa está precificando errado seus produtos ou se está comprando em excesso algum item. Gerenciar corretamente o estoque pode ser fundamental para a saúde financeira de uma empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *